Data de Publicação: 26-05-2019
Idosos e deficientes beneficiários do BPC precisam se registrar no Cadastro Único
MP 871 criou carreira de peritos médicos federais vinculada à secretaria

A nova estrutura da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia foi apresentada na manhã desta quinta-feira (25), durante a 259ª reunião do Conselho Nacional de Previdência, em Brasília.

As mudanças foram estabelecidas pela Medida Provisória 871, editada em janeiro deste ano, que criou a carreira de perito médico federal. Com isso, os assuntos relacionados a perícias médicas passam a ser de competência da Secretaria de Previdência, que integra a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, e não mais do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

O assessor da secretaria especial, Benedito Brunca, explicou que há a previsão de um período de transição até 2021. “Dessa forma, não haverá descontinuidade nos serviços prestados à população?, afirmou. As perícias continuarão sendo feitas nas Agências da Previdência Social.

Durante o encontro, a diretora de Benefícios do INSS, Márcia Eliza de Souza, também tratou das mudanças ocorridas no instituto com a saída dos médicos peritos. Ela disse que a operacionalização e a concessão dos benefícios continuarão sendo feitas pelo INSS.

“Apesar da troca de comando, as atividades seguem normalmente”, concluiu Brunca.



Data de Publicação: 25-05-2019
24/05/2019 Com 89,3 milhões de documentos emitidos, NFC-e atinge recorde em abril
Para participar, basta fazer o cadastro no www.notapremiadabahia.ba.gov.br e solicitar a inclusão do CPF a cada compra realizada em estabelecimentos que emitam a Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e).

Já são mais de 450 mil os baianos da capital e do interior que participam da Nota Premiada Bahia, a campanha de cidadania fiscal do Governo do Estado que tem o objetivo de incentivar a população a exigir a emissão da nota fiscal a cada compra realizada no mercado varejista. Ao vincular o número do CPF cadastrado à Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) emitida pelo estabelecimento, o participante acumula bilhetes eletrônicos que concorrem a prêmios em dinheiro, e ainda compartilha suas notas com até duas entre as 708 instituições beneficentes que integram o programa Sua Nota é um Show de Solidariedade.

Após o início da campanha, em dezembro de 2017, já foram destinados R$ 11,4 milhões às entidades beneficentes, dos quais R$ 9 milhões correspondentes às três etapas de 2018 e R$ 2,4 milhões de etapas anteriores do Sua Nota. Os sorteios da campanha, por outro lado, já premiaram 142 pessoas. Foram 140 prêmios mensais regulares de R$ 100 mil, sorteados nos últimos 14 meses, e ainda dois sorteios especiais de R$ 1 milhão, realizados em junho de 2018 e em março de 2019.

De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-Ba), a partir deste ano, conforme o Decreto nº 16.434/15, todas as empresas baianas já são obrigadas a emitir a NFC-e, ficando dispensados apenas os Microempreendedores Individuais (MEIs). Atualmente, já são 56,2 mil estabelecimentos emissores da nota eletrônica em todo o Estado.

?Este é um programa em que todos ganham?, afirma o secretário da Fazenda, Manoel Vitório. ?O cidadão concorre a prêmios especiais e tem grande facilidade para compartilhar suas notas com as instituições filantrópicas. Estas, por sua vez, passaram a contar com um modelo muito mais simples de recolhimento das notas fiscais, totalmente on-line, que dispensou as notas em papel. Já o Governo tem a parceria da população que, ao exigir a nota no momento da compra, contribui com as ações de combate à sonegação, reduzindo a concorrência desleal e promovendo justiça fiscal e social?.

Como participar

Para participar, basta fazer o cadastro no www.notapremiadabahia.ba.gov.br e a partir daí incluir o CPF nas compras em estabelecimentos emissores da Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica, documento fiscal que traz um código de barras em formato quadrado. Ao fazer a inscrição, o participante escolhe para apoiar até duas instituições vinculadas ao programa Sua Nota é um Show de Solidariedade: uma da área social e outra da área de saúde. A partir daí, todas as vezes que incluir o CPF em uma compra com emissão de NFC-e, a nota irá contar duplamente, com um ponto para cada entidade apoiada.

Todas as premiações têm como base os resultados da Loteria Federal. Os números dos bilhetes com os quais as pessoas concorrem aos sorteios são divulgados com antecedência no site. Para acompanhar todo o processo, basta acessar a página, fazer o login e, no menu ?Minha Conta?, escolher a opção ?Bilhetes?. A busca pode ser filtrada pelo período de emissão da nota fiscal.

Confira o perfil da Sefaz no Twitter, curta a gente no Facebook e siga o perfil @notapremiadabahia no Instagram.



Data de Publicação: 24-05-2019
Quais os tipos de notas fiscais existentes e quando tirá-las?
Quais os tipos de notas fiscais existentes e quando tirá-las?

Emitir uma nota fiscal não é um bicho de sete cabeças, mas é preciso ficar atendo a detalhes.


O universo empresarial é repleto de siglas, tipos e nomenclaturas. E todas são importantes, principalmente, quando se refere às obrigações. Na área fiscal não é diferente. Desta vez, vamos tratar de nomenclaturas dadas aos tipos, modelos e como emitir notas fiscais. Mas, lembre-se: você deve sempre contar com a assessoria de sua contabilidade para definirem sistematicamente à realidade de seu negócio. O que é emissão de notas fiscais? Tirar nota fiscal significa emitir um documento para que o Governo comprove a origem e o destinatário do produto ou serviço, a fim de poder cobrar os impostos devidos de um ou outro, conforme prevê a legislação vigente brasileira. Com a Nota Fiscal Eletrônica, ficou mais fácil e rápido para que a Receita Federal e Estadual tenham acesso e fiscalize com maior rigidez. O sistema de nota fiscal eletrônica gera o arquivo XML, que é uma espécie de assinatura digital que contém todas as informações contidas na NF-e, portanto, manter o histórico dos arquivos XML é necessário. O que são notas fiscais de entrada e saída? O lançamento de notas fiscais de entrada é necessário quando houver uma devolução de venda feita para pessoa física, aquisições e retorno de mercadorias de exposição, como exemplo. Já a NF de saída se dá quando um produto é vendido ou precisa ser enviado para uma outra empresa ou pessoa física. Quais são os tipos de notas fiscais eletrônicas? Agora que já entendeu o que é a nota fiscal e sua importância no geral, vamos detalhar os tipos e quando emitir cada uma, de acordo com a necessidade de seu empreendimento. Tipos de notas fiscais de entrada Nota fiscal de compra: toda mercadoria adquirida e processada ou industrializada por pessoa física, mercadoria comprada no exterior e de leilão/concorrência pública ou caso a compradora se responsabilize pela retirada e transporte do produto, deve ser lançada uma nota eletrônica de entrada. Nota fiscal de devolução de venda: todo produto devolvido por uma pessoa física (uma vez que não emite neste caso, deve ser gerado pela empresa. Nota fiscal de retorno: produtos de exposição que irão retornar à sede, deverão ser acompanhados por uma Danfe de retorno. Tipos de notas fiscais de saída Nota fiscal de venda: é aquela que é gerada na transação de uma aquisição por uma empresa ou pessoa física. Nota fiscal de venda consignada: é a nota fiscal eletrônica gerada com o intuito de enviar um produto para um terceiro fazer a venda/distribuição do mesmo. Nota fiscal de venda à ordem: é a operação triangular que evolve o emissor da NF-e, um vendedor e o cliente. Desta forma, a mercadoria parte do emissor de nota fiscal para o cliente do vendedor, sem que a mercadoria passe fisicamente pelo endereço do vendedor. Nota fiscal para venda futura: o fornecedor faz a emissão de nota fiscal eletrônica quando for efetuada a venda, mas a entrega é feita em data posterior, conforme solicitada pelo comprador, por qualquer motivo. Nota fiscal de venda para industrialização: ao repassar o produto para um terceiro processá-lo, o requerente deve gerar uma nota fiscal deste tipo. Nota fiscal complementar: este modelo de nota fiscal serve nos casos de reajuste de preço, alteração no câmbio em caso de exportações ou erro de cálculo de impostos. Nota fiscal de exportação: ao fazer uma operação comercial fora do país, o fornecedor fazer uma emissão de NF-e do tipo exportação. É preciso ficar atento se há incentivos por parte do país, que estimule a venda para outros países, fazendo com que a mercadoria fique mais competitiva. Alguns impostos que não há incidência podem ser o ICMS, IPI, PIS e CONFINS. Nota fiscal de remessa: se a empresa for transportar artigos de um lugar para outro, devem imprimir uma nota fiscal para acompanhá-las. Esta é uma operação não comercial e evolve, por exemplo, um transporte de produto entre filiais.   Nota fiscal de serviços A NFS-e é gerada quando houve prestação de serviços pelo contratado, como consertos, revisões, design gráfico e consultorias. Fonte: rcscontabilidadebh.com.br googletag.cmd.push(function() { googletag.display("div-gpt-ad-1355869586666-1"); }); Escrito Por Simone ver perfil enviar mensagem mais matérias


Data de Publicação: 24-05-2019
O valor da ética na profissão de contador
O valor da ética na profissão de contador

Ganhar muito dinheiro, ter vários bens ou viver com excessivo luxo justifica atuar com desrespeito aos concorrentes e à sociedade? O que se deseja levar ao fim desta curta vida terrena: a riqueza patrimonial ou os resultados da vivência com justiça e étic


Nesta semana recebi mensagem de uma professora da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) que leciona a disciplina de “Ética Contábil” e solicita o meu comentário acerca deste assunto, ou seja, como o profissional da contabilidade pode vencer as barreiras e ser ético.  Em seu livro Fundamentos de Ética Empresarial e Econômica (2001), Maria Cecilia Coutinho de Arruda escreve que “o termo ética, proveniente do vocábulo grego ethos, significa costume, maneira habitual de agir, índole. [...] Ética pode ser entendida como a ciência voltada para o estudo filosófico da ação e conduta humana”. Em outras palavras, “é a parte da filosofia que estuda a moralidade do agir humano, quer dizer, considera os atos humanos enquanto são bons ou maus.” Ganhar dinheiro é necessário, mas não o mais importante. Acumular cada vez mais é sinônimo de felicidade? Uma pesquisa feita com 1,7 milhão de pessoas em 164 países afirma que “dinheiro e felicidade andam juntos até certo ponto [...]. Depois de garantidas as necessidades mais importantes, mais dinheiro no bolso não atrai mais felicidade”. Leia mais sobre esta pesquisa no link . As normas definidas devem ser respeitadas, o que naturalmente deixará a pessoa mais feliz por ter feito uma ação ou um serviço em acordo com as diretrizes aprovadas. No entanto, quando há normas das quais discordamos, devemos nos manifestar. Escrever ao conselho, sindicatos, participar de eventos e, quando possível, da diretoria das entidades são atitudes capazes de propor mudanças nas normas que talvez não atendam aos princípios éticos. Oxigenar a liderança dos grupos é essencial para haver justiça e democracia. Sabemos que no passado a contabilidade era uma ferramenta utilizada pelos comerciantes para controlar seus negócios, seu patrimônio. Luca Paciolli (1447/1517), considerado o “Pai da Contabilidade”, foi o primeiro a publicar um livro sobre as partidas dobras, mas a contabilidade já era praticada há muito mais tempo. A partir do século XX os governos perceberam a contabilidade como um instrumento para aumentar a arrecadação de tributos, que passou a ser obrigatória e é cada vez mais normatizada. Isso é ruim? Sobre alguns aspectos pode ser considerado desastroso, especialmente para aqueles empresários que desejam sonegar tributos, mas há inúmeros benefícios que a classe pode comemorar: mais oferta de trabalho devido ao volume de exigências; igualdade na concorrência, pois ficou mais difícil sonegar tributos; sem falar que os empresários, forçadamente, passam a conhecer a contabilidade e podem abrir o olho para adotá-la como instrumento de tomada de decisões na gestão dos negócios. Aos empresários que não reconhecem na contabilidade os inúmeros benefícios para o seu negócio, ela é compreendida como um custo desnecessário, mas obrigatório. Estes, lamentavelmente, contratarão o contador mais barato que faz o suficiente, algumas vezes nem isso, para atender ao fisco. Neste caso não há espaço para o profissional que deseja oferecer qualidade e velocidade nas informações. Assim como em qualquer atividade há diversos níveis de profissionais. Comprar um automóvel, uma casa, passagem aérea, vinho, refeição etc., há preços e qualidade para todas as exigências, portanto cada fornecedor decide qual o público-alvo. Aqueles que atuam com respeito às regras, com muito trabalho, dedicação e respeito ao cliente, sociedade e colegas sentirão o sabor da felicidade de ser ético. Não pense que trocar de atividade facilitará a venda, pois em todas há conflitos para conquistar e manter os clientes. Sempre há quem oferte o mesmo serviço ou produto por preços menores. Se o ponto forte do seu negócio não é o preço, ou seja, o preço é mais alto que o da concorrência, então, primeiramente reveja os custos e o lucro. Se estiverem adequados haverá outros motivos que justificam preço, e isto precisa ser informado aos clientes. Explique-os as razões do seu preço ser maior. Os benefícios ofertados e bem apresentados farão com que empresários desejosos desses diferenciais optem por estes serviços. O aviltamento de honorários contábeis ou o tabelamento, temas amplamente debatidos no final do século XX, já não ocupa o mesmo espaço nas conferências. O tabelamento, tentativas em muitas atividades, inclusive nas indústrias gráficas, não funciona pelo simples motivo de não ser respeitado pelos próprios fornecedores. Já o aviltamento nem sempre tem compreensão adequada, pois os custos de uma empresa podem ser muito diferentes da outra, então aquela que tem custos menores – pode ser pelo fato de ter desenvolvido ferramentas que agilizam a execução das tarefas – ofertará serviços por preços mais baixos. Sempre gosto de lembrar da linha de produção desenvolvida por Henry Ford (1863/1947), que permitiu expressivas redução de preço e melhoria do produto ofertado com boa lucratividade, fato que encolerizou os concorrentes. Em relação às multas abusivas, pergunta da professora da UFMS, entendo que se trata de miopia dos agentes do governo, pois eles pensam que penalizam os contribuintes, mas na maioria das vezes tais prejuízos são assumidos pelo contador, diversas vezes chamado de “parceiro” pelo governo. No entanto existe a apólice de seguro de responsabilidade civil, ferramenta que protege o contador destes danos, com custo razoável. Talvez o profissional aético consiga ganhar mais dinheiro em determinadas situações, porém é provável que não seja tão feliz quanto o ético, que também pode conquistar sucesso com o trabalho e dinheiro justos. googletag.cmd.push(function() { googletag.display("div-gpt-ad-1355869586666-1"); }); Escrito Por Gilmar Duarte Palestrante, autor dos livros "Honorários Contábeis" e "Como Ganhar Dinheiro na Prestação de Serviços", contador, diretor do Grupo Dygran e membro da Copsec do Sescap/PR. www.gilmarduarte.com.br ------ facebook.com/GilmarDuartePalestrante ver perfil enviar mensagem mais matérias


Data de Publicação: 24-05-2019
Comprar carteira de clientes para contabilidade: vale a pena?
Comprar carteira de clientes para contabilidade: vale a pena?

Entenda se a compra de carteira de clientes vale a pena no seu negócio contábil, e também como você pode captar clientes realmente interessados no seu serviço com outras alternativas.


Muitos contadores acabam comprando carteira de clientes para não terem de se preocupar com a captação de clientes. Mas isso pode prejudicar muito o escritório contábil se não for feito com cuidado. Vou te explicar abaixo se vale a pena ou não para o seu negócio contábil fazer a compra de carteira de clientes e também algumas dicas e alternativas para impulsionar o crescimento do seu negócio. Confira: Vale a pena comprar carteira de clientes? Para escritórios menores, essa prática pode não ser muito favorável. Isso porque, se você não separar um bom tempo para atender cada um ou um profissional para fazer a seleção desses contatos, pode ter muitas dores de cabeça. Clientes desalinhados: Nenhuma dessas pessoas pediu para trocar, por isso você poderá receber muitos contatos totalmente desalinhados com o seu negócio. É necessário se empenhar mais ainda para poder melhorar a relação com esses novos clientes. Clientes desinteressados: A situação pode ser ainda mais complicada, sendo que você está investindo dinheiro em um grande número de perfis, sendo que alguns deles não demonstram nenhum tipo de engajamento com o seu negócio. Fora do seu perfil: É quase impossível montar um perfil ideal para o seu negócio quando você compra uma carteira de clientes de outro escritório contábil. A visão dessa outra empresa era de outro público alvo quando a carteira foi criada. Outros perfis, outras naturezas jurídicas, outros ramos, etc. Valor mais caro: A compra de carteira pode sair mais cara, sendo que muitos clientes dessa lista são "jogados fora". Em entrevista para Anderson Hernandes, o contador Ricardo Marqua contou que o custo médio para compra de carteira de clientes em seu negócio era de 7x1 a 12x1. Qual a alternativa? Existem muitas formas de captar clientes reais além da compra de carteira. E acredite, elas podem ser tão (ou até mais) eficazes quanto. Confira: 1. Monte uma estratégia completa: É necessário criar uma estratégia completa no seu negócio, que vai desde o estudo do perfil dos seus clientes ideais, até a segmentação do seu negócio em nichos contábeis, organização do atendimento e prestação do serviço. 2. Invista em Marketing Digital: Uma das melhores formas de captar e conquistar clientes realmente interessados é pelo marketing digital. As pessoas fazem uma busca na web e encontram o seu escritório, sem que você precise gastar muita verba para ter estratégias realmente eficientes. 3. Relacionamento com o cliente: Quando o relacionamento com seus clientes atuais é boa, as chances de eles indicarem o seu negócio para outras pessoas é ainda maior. Foque na fidelização de seus clientes, organize-se para garantir que ele continue na sua carteira e indique para novos contatos. 4. Pense na sua estrutura: Se seu escritório é pequeno, você deve pensar em como fará para atender todos os clientes. É melhor atender poucos, mas atender bem, do que tentar lidar com 500 clientes e acabar entregando um serviço de má qualidade. 5. Analise os dados: Esse trabalho deve ser contínuo. Por isso, analise os processos que você realizou até agora e estude o que pode ser mudado. Além disso, entenda também o que deu certo e pode ser repitido para aumentar a sua carteira clientes contábeis. Ficou com alguma dúvida? Se você acha que a compra de carteira de clientes ainda é a melhor opção para o seu negócio, deixe nos comentários. Já se você acredita que o marketing contábil pode ajudar mais o seu escritório, vamos conversar para entender a situação da sua empresa contábil. googletag.cmd.push(function() { googletag.display("div-gpt-ad-1355869586666-1"); }); Escrito Por Rogerio Fameli Rogerio Fameli - CEO da Arena PME / Fundador do Abertura Simples / Especialista em Marketing Digital. O Abertura Simples é o primeiro e maior portal de abertura de empresas do Brasil que conceta novos empreendedores a experientes contadores para ajudá-los no inicio de seus negócios. www.aberturasimples.com.br ver perfil enviar mensagem mais matérias


  • 24/05/2019 Com 89,3 milhões de documentos emitidos, NFC-e atinge recorde em abril
  • 23/05/2019 Ainda dá tempo de quitar IPVA de carros 5 e 6 com desconto
  • 21/05/2019 Compras até 31 de maio concorrem ao próximo sorteio da Nota Premiada
  • 17/05/2019 Confira as datas de vencimento do IPVA durante o mês de maio
  • 15/05/2019 Sai lista dos dez ganhadores de maio da Nota Premiada Bahia
  • ..

  • Receita Federal arrecadou R$139.030 milhões em abril
  • Receita Federal e Polícia Rodoviária Federal deflagram Operação Xangai em Poços de Caldas
  • Receita anuncia amanhã (23/5) o resultado da arrecadação de abril de 2019
  • Em operação conjunta, Receita Federal e Polícia Federal localizam mais de 500 kg de cocaína em carga de exportação no Porto de Santos
  • Receita Federal, Polícia Federal e Controladoria Geral da União deflagram Operação Desvia
  • ..

  • Nota de Falecimento
  • Curso Perícias Judiciais com 10% de desconto para profissionais registrados no CRCBA
  • CRCBA promoveu reunião com representantes de entidades parceiras
  • VII Encontro da Mulher Contabilista do Extremo Sul da Bahia – Eunápolis (30/05/2019)
  • Curso Lucro Real x Lucro Presumido – Santo Antônio de Jesus (24/05/2019)
  • ..

  • Press Clipping FENACON
  • SESCAP LONDRINA promove o 4º Bolo Tributário
  • FENACON participa de debates sobre as propostas de reforma tributária
  • SESCON-MS realiza curso "Tributação de Pessoas Jurídicas"
  • Negócios em Pauta em Lajeado
  • ..

  • Idosos e deficientes beneficiários do BPC precisam se registrar no Cadastro Único
  • Nova Previdência será tema da 6ª Semana Nacional de Educação Financeira
  • Nova Previdência tem potencial para incluir mais de 3 milhões de idosos no BPC
  • Marinho: Nova Previdência torna sistema mais equilibrado e acaba com injustiças
  • Governo lança a campanha ‘Nova Previdência. Pode Perguntar’
  • ..

  • Quais os tipos de notas fiscais existentes e quando tirá-las?
  • CRIPTOMOEDAS: Como a Receita Federal pode cruzar os dados dos Investidores
  • Recolhimento do ISS Uniprofissional no Rio de Janeiro
  • Comprar carteira de clientes para contabilidade: vale a pena?
  • Registro de Empresa Simples de crédito - agora já dá!
  • ..
    NOTÍCIAS

    FOTOS




    ALGUNS DOS NOSSOS CLIENTES...

    Conheça nossa Equipe

    • DJALMA ALVES DA SILVA
    • VANIA ALVES DA SILVA
    • LUCAS DE ALMEIDA SILVA
    • NOEMIA OLIVEIRA DA SILVA

    INFORMAÇÕES



    COMO CHEGAR
    Veja mais...

    Visitas (103039), Online agora (3)
    Astecol Assessoria Contábil LTDA
    Praça Austricliano de Carvalho nº 50 - Centro
    Senhor do Bonfim, BA, CEP: 44790-000 - (74) 3541.3507/3794

    WebMaster e Design: Isomi Luiz da Silva